Publicidade
História e Patrimônio

Seminário de Gestão Inovadora de Bairros Históricos

ALEXANDRA PALACE
O teatro vitoriano Alexandra Palace, de 1875, teve parte do restauro financiado pela loteria britânica

Publicado em 18.01.2019, às 4:19 pm

Entre os dias 10 e 11 de setembro, o Esquina acompanhou o Seminário Internacional “Gestão Inovadora de Bairros Históricos – Fábrica de Restauro”, realizado em São Paulo. Na esteira da tragédia que destruiu o Museu Nacional, o encontro buscou apresentar a jovens arquitetos formas de trabalhar com a preservação da memória, a partir de experiências locais e internacionais. 

A iniciativa do seminário é do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil conjuntamente com o CAU/SP e o programa de pós-graduação em Arquitetura e Urbanismos da FAU-Mackenzie, com apoio da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, do MEC). O evento acontece na Universidade Presbiteriana Mackenzie e tem coordenação da arquiteta e urbanista Nadia Somekh, do Programa de Pós Graduação.

Além das mesas de debates, o seminário inclui uma oficina que culminará com a  instalação de uma Fábrica de Restauro voltada à preservação do bairro do Bexiga. A ideia é criar uma mobilização social capaz de recuperar o local, que é tombado, tanto físico quanto socialmente.

Confira abaixo as principais discussões do encontro:

+ Evento internacional discute preservação e faz oficina no Bexiga

+ Modelo para o Brasil, Reino Unido usa loteria para financiar patrimônio

+ Entrevista: Kate Dickson e financiamento para o patrimônio

+ Esquina entrevista: Barbara Lipietz e a importância das comunidades

+ Entrevista: Alain Lipietz e a preservação em Paris

+ Entrevista: Henry Russell e Michael Ball e possíveis usos de bens tombados

Principais tags desta reportagem:



Publicidade
Outros destaques

Bitnami