*

História e Patrimônio 14.09.2017 — 6:16 pm

Documentário retrata a vida nas bibliotecas de Nova York

Nathan Kensinger / Curbed/ Reprodução
A principal sala de leitura da Biblioteca Pública de Nova York: 16 metros de pé direito

Estreou em 13 de setembro o documentário EX LIBRIS – The New York Public Library, do cineasta Frederick Wiseman. Vencedor de um Oscar honorário no ano passado, Wiseman, 87 anos,  escolheu a vida nas bibliotecas nova iorquinas como tema de seu 41o filme, gravado em 92 diferentes locações em Manhattan e arredores.

Segundo ele, as bibliotecas se revelaram laboratórios do comportamento humano, ao mostrar como diferentes perfis de pessoas recorrem ao mesmo espaço para as mais variadas tarefas. “Seja para ajudar as crianças de 5 anos a ler e escrever, ou crianças de 14 anos a programar, ou  imigrantes chineses a falar inglês, ou outros imigrantes a usar um computador, a biblioteca tem vastas raízes na várias comunidades em Nova York. Provavelmente é a instituição mais democrática, porque todos são bem-vindos, independentemente da raça, classe, etnia e posição econômica “, disse Wiseman em recente entrevista ao portal Curbed.

O filme faz outras constatações surpreendentes, como mostrar a importância das bibliotecas para relembrar o impacto da escravidão na história americana, ou a variedade de arquivos, que vão muito além dos livros. As coleções de Lou Reed e Sony Rolings estão entre as que aguardam processamento para integrarem os acervos. Isso tudo sem falar da arquitetura destes espaços, um espetáculo à parte. A principal sala de leitura da biblioteca Pública de Nov York ocupa dois quarteirões e tem 16 metros de pé direito (foto).

Tags:,

Bitnami